Jato de plasma

Jato de plasma
Jato de plasma

O que é:É uma tecnologia de radiofrequência e plasma que causa a retração do tecido, no plano de pele e subcutâneo. O jato de plasma é considerado um dos maiores avanços da tecnologia em questão de cirurgia plástica nos últimos 20 anos, pois trata o excesso com a menor invasão ao corpo. O efeito do jato de plasma é imediato, além disso, ao longo de 6 a 9 meses o corpo continua formando colágeno em decorrência do estímulo provocado. Assim como qualquer tratamento cirúrgico ou não, a diminuição de seus resultados pode ocorrer durante o passar dos anos, ao passo que envelhecemos.As principais áreas que podem ser aplicadas o jato de plasma são: abdômen, flancos, coxas, pescoço, costas, culotes, braços e também na face.Poucos cirurgiões plásticos utilizam essa tecnologia no Brasil. O Doutor Marcos Manzotti é um dos pioneiros que realizam esta técnica na cidade de Maringá-PR.Como funciona:Ao final da lipoaspiração é introduzido o Handpiece (ponteira consumível descartável), posicionado logo abaixo da pele, na subderme. Após isso, é acionado, liberando gás hélio e radiofrequência, criando um fluxo preciso de energia, chamado plasma.Ao mesmo tempo que o gás hélio gera calor suficiente para contrair a pele, seu excesso também resfria a área de tratamento. Essa combinação de energia contrai os tecidos abaixo da pele, tencionando e retraindo, além de derreter a gordura restante das células.Segurança: Esta tecnologia também possui grande importância em relação à segurança dos pacientes, que conseguem obter um pós-operatório mais suave e menos doloroso, retornos mais rápidos às atividades do dia a dia, além ótimo resultado do procedimento, mais seguro e eficaz.Indicação: O jato de plasma tem possui grande eficiência em tratar a flacidez da pele no abdômen após a gravidez, além disso, pode ser utilizado em pessoas que já tiraram a gordura localizada em uma lipoaspiração prévia, porém ainda teve sobra de pele.É importante lembrar que a Lipo HD e o jato de plasma normalmente são realizados juntos, por isso, é importante a consulta para que seja avaliado o paciente e cada caso de forma individual.